O que é melhor para scanners intra-orais: pontas de uso único ou autoclaváveis?

Ao comprar e usar scanners intra-orais, existem vários recursos importantes em que presta atenção. Um em particular é a ponta. Nesta, as duas qualidades mais importantes são o tamanho e o método de higienização.

O Medit i500 usa pequenas pontas autoclaváveis. Frequentemente discutimos o tamanho da ponta, mas o foco deste artigo será no método de higienização.

Vamos começar por discutir os dois tipos de pontas: existem pontas descartáveis e autoclaváveis, como as do Medit i500. Antes de compararmos os dois, precisamos de considerar algumas definições. Uso único significa que pode utilizar a unidade apenas uma vez. Autoclavável significa que a unidade pode ser autoclavada – um método de higienização usando temperatura e pressão elevadas dentro de uma câmara de pressão.

 


O principal benefício de uma ponta de uso único é que os seus pacientes não precisarão de se sentir desconfortáveis com uma ponta usada na boca. No entanto, a autoclavagem limpa a ponta, essencialmente tornando-a nova. Portanto, em termos de higienização, os dois tipos de pontas são equivalentes.

Pensemos agora no lado ambiental. Quando se trata de resíduos, as pontas de uso único criam uma pegada de resíduos muito maior do que as pontas autoclaváveis. Ao comprar pontas de uso único, deve comprá-las a granel. É muito provável que verifique o seu stock com muito mais regularidade do que com um stock de pontas autoclaváveis. Embora a ponta autoclavável tenha um número limitado de usos (o limite do Medit i500 é 20), pode autoclavá-la, criando muito menos lixo do que com a outra opção.

 


Uma ponta simples que lhe dá 20 usos é muito mais eficiente do que uma ponta que lhe dá um único uso. Com um número crescente de pessoas ambientalmente conscientes em todo o mundo, escolher a opção que cria menos lixo por volume é atraente para muitos. Hoje em dia, muitos países europeus estão a considerar proibir o uso de palhinhas de plástico e copos de café, por isso, também é necessário considerar uma ponta mais ecológica ao escolher entre qual ponta usar.

Agora vamos considerar a economia. Uma ponta autoclavável pode ser mais cara por unidade, mas certamente não é mais cara do que 20 pontas de uso único. É necessário uma autoclave, mas a longo prazo o dinheiro economizado é maior! É muito mais conveniente e eficiente reutilizar um produto.

Quanto ao i500, a Medit optou por usar pontas autoclaváveis. Como mencionado acima, a ponta pode ser re-esterilizada até 20 vezes antes de precisar substituí-la. A ponta requer 30 minutos de esterilização a 121ºC, seguido por um período de secagem de 15 minutos. Deve certificar-se de limpar e esterilizar a ponta antes de utilizá-la pela primeira vez e antes de reutilizá-la para evitar a contaminação cruzada entre os pacientes.

A Medit acredita que a ponta autoclavável é a melhor opção para as suas necessidades de digitalização.

Share this post