Qual é a melhor forma do seu laboratório fazer a transição para a medicina dentária digital?

Ainda que o sistema CAD / CAM tenha cimentado o seu lugar no fluxo de trabalho dentário nos últimos anos, os obstáculos para clínicas e laboratórios são diferentes. Embora haja pontos comuns, o foco em torno desses pontos pode ser diferente. Técnicos de laboratório podem ter várias dúvidas e hesitações antes de se tornarem digitais.

Enquanto laboratório, quais são os obstáculos que deve superar para entrar na medicina dentária digital? Quais são os erros mais comuns que os laboratórios cometem com esses obstáculos?

Estas são duas perguntas válidas antes de transformar o seu laboratório. Vamos agora descrever os vários obstáculos que os técnicos podem enfrentar e precisam considerar ao começar a usar o sistema CAD / CAM, bem como os erros mais comuns envolvidos com eles.

 

Obstáculo #1: custo

O primeiro obstáculo a ser superado pelos laboratórios é o custo do equipamento. Há momentos em que a compra da tecnologia mais recente simplesmente não é suportada pelo seu orçamento. Além do custo inicial, o laboratório precisa de analisar o retorno do investimento. A tecnologia pagar-se-á a si própria num curto espaço de tempo ou num período maior?

Erro #1: não fazer a troca

Pensar que um produto é muito caro sem olhar para as opções impede-o de adotar uma nova tecnologia com muitos benefícios. Embora possa existir um alto investimento inicial, deve prestar atenção ao retorno financeiro. Se o seu laboratório conseguir compensar rapidamente o custo inicial do equipamento, este pode não ser um problema real. Existem também preços diferentes; deve procurar cuidadosamente as diferentes opções para ver qual delas se encaixa melhor dentro do seu orçamento. Além disso, com a tecnologia a melhorar continuamente e mais e mais laboratórios a mudar para a medicina dentária digital, o seu laboratório pode optar por não fazer a troca?

 

Obstáculo #2: escolha da marca

O segundo obstáculo é escolher uma marca. Existem muitas empresas e programas disponíveis para escolha. Pode temer escolher a marca “errada” ou o sistema errado.

Erro #2: decisão rápida

O maior erro ao escolher uma marca é tomar uma decisão rápida. Deve primeiro entender as necessidades do seu laboratório. Deve, também, entender a compatibilidade da sua escolha com a dos seus clientes potenciais ou atuais. Está à procura de um sistema aberto ou fechado? O que melhor se ajusta à direção que o seu laboratório está a seguir? Gaste o tempo necessário para pesquisar e encontrar a melhor opção para si.

 

Obstáculo #3: uso de tecnologia

O terceiro obstáculo é a tecnologia em si. Pode aprender a utilizá-la corretamente? Será muito difícil mudar dos métodos tradicionais para os métodos digitais?

Erro #3: falta de compreensão

Adotar nova tecnologia sem realmente saber como utilizá-la pode ser prejudicial para o seu laboratório. É crucial entender como usar o software de projeto CAD para ajudar a fazer restaurações e o software CAM para compreender as técnicas de fresamento. Ter um especialista em CAD / CAM no laboratório fornecerá as habilidades necessárias para produzir restaurações de qualidade.

 

Obstáculo #4: colaboração

A colaboração é de importância crescente para a medicina dentária digital. As clínicas também precisam de saber como utilizar o equipamento e fornecer informações de qualidade. Portanto, encontrar parceiros valiosos de colaboração para os laboratórios é outro obstáculo.

Erro #4: comunicação fraca

Não investir tempo para promover e amadurecer relações com os seus clientes prejudica as perspectivas do seu laboratório. Dois benefícios para a medicina dentária digital são a velocidade e a precisão da tecnologia. Entender os pontos fracos e as expectativas que tem ajudam a criar a restauração perfeita, sem erros. Além de manter importantes relações com os clientes, também precisa de se promover com sucesso para atrair novos clientes.

 

Conhecendo esses obstáculos e erros, o que deve fazer?

Deve ter tempo para aprender sobre as diferentes marcas disponíveis. Há muita informação disponível, contendo avaliações e vídeos de instruções. Depois de fazer uma escolha, conheça o equipamento. Entenda como usar os programas na sua capacidade total. Depois desse ponto, trabalhe na construção de laços fortes com os seus clientes. Certifique-se de que eles também entendem como tudo funciona e quais são as suas expectativas. Se mantiver essas dicas em mente, o seu laboratório se integrará facilmente no mundo digital da medicina dentária!

Share this post